"Bisnaguinha do Carrefour" - Bisnaguinha da "Paint et Chocolate" de Moema - SP

Bisnaguinha que fica macia por dias...






                  
Mesa de Café da Pri: Bisnaguinha do Carrefour caseira quentinha (acabado de sair do forno) + Bolo Fofinho da Priscila + Suco natural de Abacaxi + Café fresco quentinho + Manteiga (de verdade) + Requeijão Cremoso + Nutella com uma sobrinha de Queijo Fresco (já estava acabando).

O prazer do Fui eu quem Fiz: Apesar de querer cozinhar receitas especiais, principalmente para vendê-las, confesso que foram as receitas mais simples, que me encantaram nos últimos anos. Uma das melhores descobertas dos últimos tempos foi descobrir como fazer em casa a Bisnaguinha do Carrefour. Eu fiquei num entusiasmo quando comi a minha 1.a fornada: Nasceu a Bisnaguinha do Carrefour no meu forno! Acertei fazer. Ai que legal!




Quem vai ao Carrefour passa pela seção de pães, pega a mania de dar aquela apalpadinha no pacote retangular de Bisnaguinhas, grudadas umas nas outras, verificando o quanto estão fofas. Só apalpando, pelo menos eu, decido se comprou ou não compro. A Bisnaguinha do Carrefour fica macia por dias.

Fonte - Merecidos Créditos - Bisnaguinha com Grife:

Quem revelou a segredo foi a japonesinha linda, sucesso de público e audiência lá do programa Mestre Cuca, do Chef Allan Vila Espejo: a lindinha Chef Érica Okazaki. O programa Mestre Cuca tem uma audiência grande aqui em Minas. Ela ensinou esta receita com o nome Bisnaguinha Profissional, da Padaria dela no dia 03-11-2006 (dia do aniversario do meu sogro). Obrigadão Érica por revelar um segredo da sua Padaria!

A Chef Érica Okazaki trabalha na Padaria Paint et Chocolate, que fica localizado na Rua Canário n.o 1301 - Moema - São Paulo - Tel. (11) 5094-0550. Se você não tiver com coragem de fazer a Bisnaguinha, para quem mora em Sampa, dá um pulo em Moema e compra um pacote lá. Lá tem Buffet completo, tanto para o café da manhã, como almoço, além de doces lindos, e até bolo simples do interior (Bolo de Fubá simples do bom). A Érica consegue agradar todos os públicos. A Érica falou que esta Bisnaguinha é um produto constante da Padoca dela. A Padaria Paint et Chocolate é famosa, apareceu já como indicação em diversas revistas, inclusive na Veja SP.
Paint et Chocolate
Foto postada pelo Diogo que é do Rio Grande do Sul e experimentou o Café da manhã paulista na Padaria da Erica em Moema (Sampa). Ele conta o prazer que foi no Blog Destemperados.


Paint et Chocolate
Foto publicada na Revista Veja SP



Bisnaguinha Profissional da Chef Érica Okazaki
Bisnaguinha do Carrefour da Priscila

Esponja (levedo):
  • 100 g de farinha de trigo (leia abaixo qual farinha voce devera usar)
  • 11 g de Fermix (fermento para pão granulado de saquinho - 1 saquinho - equivale a 3 tabletes fresco ou 45 g do fresco)
  • 110 ml de água morninha
Pão de Batedeira Profissional ou Planetaria da Arno:
  • levedo crescido
  • 100 ml de leite morninho
  • 100 g de açúcar
  • 100 g de manteiga de verdade (sem sal)
  • 60 g - 1 ovo jumbo
  • 2 g - 1 colher (chá) de sal
  • 400 g de farinha de trigo (cuidado, marcas famosas diminuiram a qualidade da farinha de trigo no Brasil,  faça exclusivamente com farinha de trigo com no mínimo 7% de proteína, leia no ato de comprar a tabela da embalagem)
Acabamento Cara de Bisnaguinha:
  • pincelar com gema pura, cobrindo tudo por cima
As bolinhas desgrudam sozinhas, só pegar uma com a mão e puxar, mesmo assim tão juntinhas.

Rendimento Testado pela Priscila:
  • 140 bisnaguinhas - 2 refratários médios (tabuleiro n.o 2) com 70 bisnaguinhas cada - assadas elas tem quase uns 2 cm de altura. Bisnaguinha mesmo.
  • comparando com o pacote do Carrefour - seria uns 4 pacotes deles com certeza.

Pilotando a Cozinha com Priscila (a 1.a vez voce estranha o preparo, já na 2.a vez em diante você vai considerar esta receita até rápida, fácil de fazer - cresce uma única vez já como bolinha):
  1. Misture o levedo, até ficar com cara de cola de farinha de trigo. Cubra com filme plástico. Deixe em temperatura ambiente até o fermento reagir. Parecerá uma massa crua de panqueca cheia de bolhas, triplicou de volume. Pode começar o preparo.
  2. Unte e enfarinhe 2 tabuleiros n.o 2, eu pessoalmente gosto de assar em Refratario, assim vai do forno a mesa direto.
  3. Batedeira Planetaria da Arno, Érica usa o Ganho de Pão e encaixa. Começa em velocidade mínima com: levedo crescido, leite morninho, açúcar, 1 ovo, manteiga e sal.
  4. Vá adicionando as 400 g de farinha de trigo aos pouquinhos, ainda em velocidade baixinha.
  5. Esta receita é diferente das outras receitas dos profissionais Boulanger (chefs especializados em pães). Todos falam para não bater demais na Planetaria para não estragar o glutem da massa. A Chef Érika explicou, que para conseguir fazer nascer do forno aquele miolo especialmente macio, precisamos fazer esta massa crua ficar com consistencia de chicletes.
  6. Bata em velocidade média (não é velocidade alta), sem parar na Planetaria, contados no relógio exatamente 10 minutos, sem parar. Caso sua batedeira não chegou na nesta textura correta, continue batendo mais um pouquinho. Na minha Planetaria da Arno, que foi a mesma que a Érica usou na televisão, 10 minutos deu certinho. Você tira a pá e a massa crua puxa, esticando como um chicletes mascado na boca.
  7. Não precisar secar a massa na bancada. Esta pronta!
  8. Para você não errar fazer a montagem das 2 fornadas, aconselho dividir o conteudo da tigela da Planetaria em 2 porções de massa crua.
  9. A Érica tem uma habilidade no assunto, ela montou as fornadas pegando na mão. Eu não consegui não, gruda tudo, é um grude. Eu pessoalmente se não tivesse assistido o programa, com certeza eu despejaria mais farinha. Mas Érica insistiu em dizer que a medida é perfeita na receita. É assim mesmo a textura.
  10. Só conseguir montar os refratarios, foi usando 1 colher de sobremesa.
  11. Agora que dá estranhesa total. São 2 tabuleiros n.o 2 (19 x 27 cm) ou refratario marinex médio. Você tem que pingar 11 fileiras com 6 bolinhas minimas cada. Chega a ser menos 1/2 colher de sobremesa de massa crua, empurrada no dedão, olhando é um tiquinho de massa pingada, que o mínimo tamanho chegou a me encomodar, já fui pensando, isso não vai dar certo, é assim mesmo. Caso grude a massa crua chicletes (gruda sim) no dedo, enfie o dedão na farinha de trigo, de vez enquando. Se você for mais elegante usa outra colher, ah não consegui não, o melhor jeito foi o dedão mesmo.
  12. A minha não ficou inicialmente aquela pingada direitinho. Ficou uma pontinha de chicletes esticado e alguns até tortos demais. Mas não se preocupe, ela vai se acomodando por conta própria e no final tudo será redondinho sozinho, sem ajuda da gente.
  13. Você vai descobrir agora, que pingar 6 minimas porções lado a lado, ficará um espação vazio entre elas.
  14. Essa massa não duplica de tamanho, quadruplica. Cresce muito, e gruda tudo, gruda um pouco no crescimento, estufa depois de ar, mas aquele crescimento que transforma num redondo perfeito acontece é mesmo no forno.
Ela cresce muito rápido, pinguei nada estava junto, tinha espaço entre as bolinhas. Num instantinho já começou a preencher. Mantenha coberto com filme plástico bem vedado. Assim cria um ambiente quente. Aguarde praticamente quadruplicar de tamanho.

Quando ficar assim, tudo preenchinho, estufado de ar por dentro. Esta pronta para ir ao forno. As 100 g de açúcar da massa crua + gema pura pincelada a superficie inteira, em todos os cantinhos, dão aquela cara de Bisnaguinha do Carrefour. Ao pincelar a gente acaba enrugando ele um pouquinho, porque estão super inflados de ar. Não se preocupe que indo forno acaba nascendo bonito.

Forno preaquecido, a 180.o C. Assar na grade do meio. É rapido demais, 15 minutos no máximo 20 já assou. Porque só tem ar dentro da massa crua.

Eu sempre comi esta Bisnaguinha do Carrefour em temperatura ambiente. Se em temperatura ambiente eu já gostava, ela saida do forno, quentíssima, é um espetaculo de bom.

Pão quentinho é sempre melhor. Bisnaguinha do Carrefour quentinha, faz 1 copo de Nutella acabar inteiro na mesa. Nem adulto dispensa.


Conservando Macio: Caso sobre Bisnaguinha, depois de totalmente frio, você embala fechadinho. O refratario é bom porque você passa um Filme plástico e veda tudo, ou usa a Tampa plástica dele (a última geração de Marinex agora são vendidos com tampa).

Espero que voces tenham gostado.
Um beijão à todas da Pri...




Site
https://www.facebook.com/bolospriscila

                   
31 2564-5124  - 31  9 9689-2342 vivo whatsapp
contato@bolospriscila.com.br 
bolospriscila@hotmail.com


Comentários

Andrea Dohashi disse…
Pri, adorei essa receita!
Eu não me imagino viver sem pães, adoro qualquer tipo, e essas bisnaguinhas me deixaram babando aqui, olha que ela logo, logo vai aparecer no meo blog heim? rs
Beijos
Eliana Scaramal disse…
Que legal essa receita!! O meu filhote ama de paixão bisnaguinhas. rs

www.saboresdalica.blogspot.com
Axly disse…
Que legal, adoro quando essas receitas clássicas são desvendadas^^
Tua mesa estava deliciosaaaa...
Kisss^^
Andrea Dohashi disse…
Pri, tem um presentinho pra vc no meu bloguinho tá?
Beijinhos
Glau disse…
Priscila, eu tbem sinto mto prazer em preparar as receitas, como vc bem disse!

agora vamos combinar, receitinha das bisnaguinhas, esta foi o melhor...

bjos, glau
Téia disse…
Pri, você descobre cada coisa maravilhosa, viu? Eu amo bisnaginhas e afins, do jeito que você explica, fica mais fácil de fazer. Eu imagino o cheirinho que fica na casa e comê-los quentes, ai, ai....Bj grande querida.