Total de visualizações de página

.

sábado, 24 de maio de 2008

"Bolinho de Batata Recheado de Carne Moída" - da vovo Dona Selma - receita n.o 1 (deste blog)

Bolinho de Batata - é a versão comum da Vovó Selma
Medalhão de Batata com Gergilim - é a minha versão by Pri

  • No almoço - é mistura de almoço de durante a semana.
  • Na mesa de café da tarde - é só ele com café preto (um brunch maravilhoso).







Eu cresci comendo isso. Comidinha simples caseira de gerações... Era a comida da Bisa Carmelita, virou a comida da minha mãe Dona Selma, e continua firme nascendo na minha mesa.


Se ele aparece no almoço na mesa, reaparece de novo na mesa do café tarde, como friturinha degustada às garfadas para comer puro com café preto fresquinho e suco natural (o pessoal aqui em casa não curte muito janta).

Formato - Rola todos os formatos por aqui, croquete, bolinho, medalhão, vale todos. O medalhão é do tamanho kkk da minha vontade.

Bolinho de Batata da Vovó Selma
Medalhão de Batata com Gergilim da Priscila

Massa de Batata Temperada

(que na verdade é um nhoque de batata):
  • 500 g de batatas (são 3 batatonas ou 6 batatas médias), cozidas, espremidas quentinhas
  • 1 colher (sopa) margarina
  • 1 colher (sobremesa) de sal
  • 1 colher (chá rasinha) de pimenta-do-reino preta moida
  • 1 colher (sopa) de orégano para pizza caseiro (ou orégano seco comum)
  • noz moscada ralada, a gosto (não exagere)
  • 1/2 copo (requeijão) cebolinha verde, picotada com tesoura de cozinha em rodelinhas
  • 150 g farinha de trigo (1 copo de requeijão cheio até a boca certinho )
  • + 1/2 copo de farinha de trigo para ajudar a modelar os medalhões
Caso você faça como eu, cozinha um monte de batata de uma vez, que será usada em purê para fazer salgadinho, glacê salgado de bolo de sanduíche natural, a questão é, quantas colheradas de purê de batata rendem 500 g de batata inteira? Já testei e já pesei. Certinho 20 colheradas de sopa gordas de purê de batata.

Recheio

  • 250 g de carne moída refogada com tempero à gosto, sequinha- já aviso vai ter sobrinha - ou 11 colheres (sopa bem cheias) de refogado de carne moída à gosto (eu indico assim porque é assim que registrei no meu caderno de receitas, já que faço muitos salgadinhos de carne moida refogada, rissoles, pasteiszinhos, etc... - então eu reservo 11 colheradas para rechear o medalhão de batata do almoço)
  • 11 azeitonas verdes inteiras sem caroços
  • opcional - mussarela ( quando coloco é sempre 1/4 fatia de mussarela dobrada, você vai perceber ao modelar que não pode ser maior que isso, comprada de bandejinha já fatiada do Carrefour - como a fatia deles é grossa consume só 3 fatias da bandejinha, praticamente nada)
Empanar
(é a conta certinha que você vai gastar para modelar 11 medalhões grandões, se os bolinhos forem médios ou menorzinhos você irá gastar mais ainda ):
  • farinha de trigo ( a mesma que você estava usando para modelar, aquele 1/2 copo)
  • 2 ovos inteiros
  • 1 copo de farinha de rosca
  • acrescido de 2 colheres (sopa cheias) de gergilim (ao empanar o gergilim desaparece, quando é frito ele aparece bem visível)
Para Fritar:
  • óleo novinho
  • o ideal é óleo de algodão Liza (indicado para frituras sequinhas)
Meus medalhões são maiores que hamburgueres, o refratario acima é o médio e tem só 6 deitados dentro.

Rendimento Testado pela Priscila:
  • 11 medalhões de bolinho de batata recheado com carne moída (modelado com 1 colher de sopa das grandonas de servir arroz de massa de nhoque, recheado com 1 colher sopa cheia de boi ralado refogadinho e 1 azeitona verde inteira sem caroço).

Pilotando a Cozinha com Priscila
(é aquele gostosinho de comer, que para fazer tem esquema na pia):

Filme Plástico - Costumo forrar o fundo de um refratário ou tabuleiro onde vou deixar os Medalhões modelados antes de serem fritos. Esse enorme Medalhão de Nhoque costuma ser melindroso para fritar o sorobou dele mais tarde. A massa de nhoque sempre fica mais úmida mesmo usando uma refoguinha sequinha de boi ralado. O plástico em baixo sempre ajuda a pega-lo com a mão com mais jeito. Se ele desfigurar é só arrumar na mão de novo, fica com cara de desenjoçado e até feio. Já depois de frito até o desengoçado é aprovado.

Organize a pia:
  1. Massa de Nhoque (massa de batata) pronta dentro da tigela de inox.
  2. 1 Colher das grandonas de servir arroz - para usar na massa de batata.
  3. 1 Colher de sopa normal - para usar no recheio.
  4. Caçarola ou tigela com Boi Ralado refogadinho.
  5. Tigelinha com 11 azeitonas verdes sem caroços.
  6. Refratario ou tabuleiro forrado no fundo com filme plástico com uma boa caminha de polvilhado de farinha de rosca extra, para deitar os medalhões modelados.
  7. Tabua branca de Carne para modelar.
  8. 1 Potinho de Farinha de Trigo - para modelar e ajudar a empanar
  9. 1 Potinho depois com Ovos Batidos
  10. 1 Potinho depois com Farinha de Rosca com Gergilim

Modelando - Polvilhe com farinha de trigo a tabua de carne. Pegue 1 colher das grandonas de servir arroz bem cheia de massa de nhoque, sobre o montinho de farinha que esta no prato de sobremesa. Pegue por baixo a massa com mão( a farinha esta por baixo e em cima esta o purê puro). Coloque sobre uma tabua de carne polvilhada de farinha de trigo. Com a colher abra um pouco essa massa, apalpando o purê. Coloque uma porção de recheio e 1 azeitona em cima da metade. Dobre por cima do recheio, cobrindo com a parte. Apalpe com os dedos as pontas. Pegue ele na mão e ajeite dando o formato de medalhão. Assim só por fora ele pega mais farinha e o miolo fica só com a farinha que coloquei no inicio no preparo da massa de nhoque. Não se preocupe se a massa rasgar e o recheio aparecer um pouco. Quando empanar com capricho vai fechando tudo com a ajuda da farinha de rosca. Eu modelo uns 3 ou 4, o que couber sobre esta tabua. Depois empano. Volte a modelar mais alguns e empano de novo. São umas 3 vezes até conseguir fazer 11 medalhões.
Empanando - Com 3 ou 4 medalhoes prontos sobre a tabua. Comçeço o trabalho empanando novamente na farinha de trigo que usei na modelagem, passo no ovo e na farinha de rosca. Acomodo dentro do recipiente que deixei já forrado com filme plástico com uma caminha polvilhada de farinha de rosca extra. Lavo a mão, seco e recomeço a fazer outra leva. Conserve os medalhões prontos sobre uma cama de farinha de rosca, antes de fritá-los. Essa massa de nhoque recheada na geladeira com o tempo chupa o empanado ( umedece ) e gruda no fundo, por isso os medalhões precisam de uma cama de farinha de rosca por baixo + filme plástico. Frite-os e sirva-os quentinhos.

Essa é aquela mistura do almoço de durante semana predileta da família, desde os tempos que eu era criança, até hoje crio meus filhos com essa delícia da comidinha caseira da Vovó Selma.

Na minha infância, minha mãe Dona Selma avisava: Hoje tem o Bolinho de Batata da Vó Carmelita no almoço!

Vó Carmelita viveu o suficiente para ser promovida a Bisa, com o nascimento do meu filho Michel (ela descansou, não está entre nós). Ela queria abençoa-lo sempre. Michel era o único da família que nasceu com o olho azul. Já a Cinthya (outro olho azul) nasceu depois que ela descansou.

Minha mãe virou vó, eu me tornei mãe e já tenho um filho moço. Até hoje quando tem este Bolinho de Batata recheado com Carne Moída é servido como a única mistura do almoço da família. A reação de satisfação com esse almoço gostosão dos meus filhos é a mesma, idêntica da época da minha infância junto com os meus irmãos.



Site - Tabela de Preços

https://www.facebook.com/bolospriscila



Instagram @Priscila.Beneducci
                   
31 2564-5124  - 31  9 9689-2342 whatsapp

contato@bolospriscila.com.br     bolospriscila@hotmail.com

Nenhum comentário: